Downloads | Faça seu cadastro | Esqueci minha senha | Login
|
|
|
|
|
|
|
|
Ver minhas compras
Banner Dicas
 

 
Voltar

 

Alho

 

                       Elisabeth Prado (*)

 

O alho (Allium sativum L.) pertence à família das Aliáceas, caracterizada por plantas que crescem formando bulbos (popularmente conhecidos como cabeças) com 20 ou mais dentes. É originário da Ásia Central e atualmente se encontra distribuído e cultivado em todo o mundo. A palavra allium deriva do celta “all”, que significa quente, picante.

 

O uso medicinal do alho remonta ao começo da humanidade. Já era usado pelos sumérios 3000 anos AC para combater parasitoses e prevenir epidemias. Foi mencionado 22 vezes do famoso papiro egípcio de Erbs, que data de cerca de 1500 AC. Também foi utilizado pelos gregos e romanos. Na idade média foi relacionado a feitiços malignos e bruxarias e por isso teve seu uso diminuído. No século XX foi usado na primeira guerra mundial para evitar infecções e gangrenas nas feridas dos soldados. Em 1950 foi isolada a alicina, um de seus princípios ativos. As pesquisas científicas continuam até os dias de hoje e desde 1991 acontece anualmente o Congresso Mundial sobre Alho.

 

Parte utilizada: bulbos

 

Componentes:

- Frutosanos

- Sais minerais

- Pequenas quantidades de vitaminas A, B1, B2, B6 e C.

- Compostos sulfurados derivados da cisteína, responsáveis pela maioria das ações farmacológicas: aliina, alicina, alhoeno, dissulfato e trissulfato de alilo, dentre outros. Quando se esmaga o alho, a aliina entra em contato com a enzima aliinase e produz a alicina, que é um composto volátil, com odor característico.

 

Ações farmacológicas:

O conjunto dos compostos sulfurados possui ações:

- Antimicrobiana

- Antioxidante

- Vasodilatadora (ativam a síntese endógena de oxido nítrico)

- Hipotensora (devido à abertura dos canais de potássio)

- Hipocolesteromiante (inibição da síntese de colesterol)

- Preventiva da aterosclerose (inibem e reduzem a formação da placa aterosclerótica)

- Inibidora da agregação plaquetária

- Cardioprotetora

- Hipoglicemiante (estimulam a produção de insulina)

- Imunoestimulante

Os frutosanos tem ação diurética, que contribui para o efeito hipotensor.

 

Contra Indicações:

- Gastrite aguda e úlcera gastroduodenal em atividade: não se deve utilizar o alho na forma crua.

- Gravidez: doses normais podem ser usadas, mas doses altas não são indicadas, pois podem causar contrações uterinas.

- Lactação: o uso excessivo de alho pela mãe pode causar sabor desagradável no leite e provocar recusa da alimentação pelo bebê.

 

Interações Medicamentosas:

A utilização do alho em doses terapêuticas pode provocar:

- Aumento da ação de anticoagulantes e antiplaquetários, podendo ocasionar hemorragias

- Aumento da ação de antihipertensivos e hipoglicemiantes

 

Efeitos colaterais: alergia, halitose e odor da pele, agravação de hemorragias, transtornos gastrointestinais.

 

 

Bibliografia:

 

BLUMENTHAL, M. The Complete German Comission E Monographs: therapeutic guide to herbal medicines. Austin: American Botanical Council, 1998.

 

ALONSO, J. Tratado de fitofarmacos y nutraceuticos. Rosario: Corpus Editorial, 2007. 1143 p.

 

FETROW, C. W. Manual de medicina alternativa para o profissional. Rio de janeiro: Guanabara-koogan, 2000.743p.

 

 

Elisabeth Prado é Farmacêutica e Especialista em Farmacoquímica pela UFMG, com ênfase em controle de qualidade de fitoterápicos. Confira o currículo completo clicando aqui.

 

Imagens: serdanatureza.com serdanatureza.com ∕ foodmuseum.com

 

 

 

RECEITAS UTILIZANDO ALHO

 

 

                  Ana Paula Pacífico (*)

 

 

PATÊ DE GRÃO DE BICO

 

 

Ingredientes:

 

1 ½ xícara de grão de bico cozido

1 dente de alho grande

1 colher (sopa) de folhinhas de hortelã frescas

suco de ½ limão médio

1 colher (sopa) cheia de tahine (creme de gergelim)

4 colher (sopa) de azeite de oliva extra-virgem

Sal a gosto

 

Modo de fazer:

 

Deixar o grão-de-bico de molho por 8 hs em uma bacia com água. Desprezar a água do molho, adicionar nova água  e cozinhar por 30 minutos na panela de pressão. Bater todos os ingredientes no liquidificador ou processador.  

 

Dica:

 

Servir com pão integral, antepasto de berinjela e folhas de alface roxa.

 

 

 

PATÊ DE RICOTA COM ALHO E ERVAS

 

 

Ingredientes:

 

1 prato fundo (até a risca) de ricota (200 g)

1 dente de alho grande

1/2 xícara de leite morno

2 colher (sopa) de folhinhas de orégano frescas

3 colher (sopa) de azeite extra-virgem

Sal a gosto

 

Modo de fazer:

 

Amassar a ricota com garfo e ir adicionando o leite morno até a mistura ficar homogênea. Acrescentar os demais ingredientes e bater no mixer ou no processador.

 

Dica:

 

Substituir a ricota por tofu ("queijo" de soja).

 

 

Fonte: Banco de Receitas da autora

 

Imagens: metododerose.org.pt ∕ avitrinidosabor.com.br

 

 

 

Ana Paula Pacífico Homem é nutricionista (UFV), possui mestrado pelo Instituto de Ciências Biológicas (UFMG), especialização em Nutrição Materno- Infantil (UNIFESP), curso de Extensão em Plantas Medicinais e Fitoterapia pela UFV. É proprietária da Ana Paula Pacifico Homem - Nutrição & Consciência Alimentar e pós-graduanda em Nutrição Clinica Funcional pela VP- Consultoria. Confira o currículo completo clicando aqui.

 





Voltar

 

E-mail: falecom@grannutrille.com.br - Twitter: www.twitter.com/grannutrille - Facebook: GranNutrille Empresa
Copyright © 2012 GranNutrille ®. Todos direitos reservados.